18 de mai de 2018

Minha menina

Olá pessoal,

Tenho reavaliado muito minha identidade como mulher  na forma de criar a minha filha. Vejo a mim com  obrigação de tentar ajuda-la sempre a tomar o conhecimento do poder que ela tem. De saber que como mulher ela pode tanto quanto qualquer homem e como pessoa pode tanto quanto qualquer um.

Nós somos muito cobrada por nossa aparência. Por exemplo, eu sempre amei os meus cachos, mas sofri muita pressão para alisa-los , tanto que cai nessa cilada de achar que o cabelo liso era mais prático e me ferrei, fiz um alisamento que serviu ao menos para ver que minha beleza não estava nos meus cabelos , estava dentro de mim ( é clichê ,mas é verdade).

Não é fácil desvincular essa cobrança pela aparência, me pego me corrigindo muitas vezes, pois sempre acabo chamando minha filha de princesa, linda, e com isso ela esta se tornando muito vaidosa, creio que pelo exemplo, pois eu também sou e pelo estimulo com elogios. Não que seja um problema elogiar a aparência, mas me policio para que ela saiba que não é ai que mora suas maiores qualidades ,mas sim na sua personalidade.


Porém, na questão de aparência , tenho uma coisa que me orgulho, como minha filha ama o próprio cabelo, os cabelinhos dela são cacheados  tipo 2a e 3a e ela ama, mesmo com amiguinhas com cabelos lisos.

Tento levar essa vaidade que esta surgindo de forma natural, um conhecimento da infância.Passa o batom torto, passa o esmalte de jeito dela . (Que logo tiro com medo de alergia.).

É sempre um aprendizado e nessa luta de criar um serumaninho eu também vou evoluindo repensando minhas opiniões e meus atos. Malu é uma menina livre, tem liberdade para viver sua vaidade,o que não acho que devo eliminar e a liberdade para viver sua criatividade, brincando de pé no chão, se descabelando e se sujando.

Espero que eu esteja no caminho certo.

Até logo.^^



18 comentários:

  1. Oie
    Adorei o post. Sua filha é linda.

    Beijinhos
    diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Sua filha é linda,e esses cachinhos lindos,amei o post.

    ResponderExcluir
  3. Sua filha é linda , Amei o seu post . É muito importante você como mãe orienta esta menina que um dia ser uma Linda Mulher .

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito do post. A menina é linda. :D
    Beijinho

    www.trendsandfashionblog.pt

    ResponderExcluir
  5. Sua filha é uma gracinha, parabéns! Acredito que vc esteja no caminho certo, é preciso respeitar as individualidades das crianças e dar espaço para elas se sentirem livres.

    ResponderExcluir
  6. Primeiramente, obrigado por compartilhar essa intimidade e parabéns por uma criação tão zelosa para com sua filha. Uma frase me chamou a atenção: "... sempre amei os meus cachos, mas sofri muita pressão para alisa-los ...". Como e de quem veio essa pressão, caso você possa revelar? Ainda, o que te compeliu a deixar de seguir sua opinião para seguir a de outra pessoa? Novamente obrigado e um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A pressão era da minha mãe,ela odiava os próprios cabelos e não entendia o amor pelos meus. Realmente manter um cabelo bonito não é fácil e eu achava que no meu caso era por ser cacheado, então alisei, mas estava errada.

      Excluir
  7. Parabéns por sua iniciativa! Não sou mãe, mas sou educadora e sei o quanto é difícil esse processo de educar uma pessoa para tornar-se um ser social. Que mais mães tenham essa atitude desconstruída =)

    ResponderExcluir
  8. Que legal que você esteja criando sua filha dessa forma, sem viver de aparências e deixando ela brincar com os pés no chão, sendo assim deixando ela livre como uma criança deve ser, adorei, BJJS!!!

    ResponderExcluir
  9. Tua guria é linda! Nossa sociedade e principalmente a TV criam estereótipos de beleza baseados em padrões inatingível! Incentive ela a ser bonita por dentro!

    ResponderExcluir
  10. Oi, Julia!

    Que menina fofa você tem, parabéns.
    E parabéns também pela reflexão que você faz e pela necessária auto-análise também. Numa sociedade em que somos o resultado de um molde criado há muito tempo, a desconstrução é um caminho muito bem traçado e que merece atenção mesmo. Que você sempre tenha em mente e passe para sua mesmo, que ninguém é igual a ninguém e que o novo ou o diferente não é estranho.

    Bjão.
    Diego, Blog Vida & Letras
    www.vidaeletras.com.br

    ResponderExcluir
  11. Sua fiha é linda demais.Quando mais nova, passei pelas mesmas coisas que você, mas que bom que hoje as coisas estão mudando e os cachos não são mais sinônimo de coisa feia.

    ResponderExcluir
  12. Oi July, tudo bem?

    Acho muito importante esta visão de mundo que você está tentando passar para a sua família. Com essa pressão da sociedade, ela tem que aprender a se amar desde pequena, independente se tem cabelo cacheado ou liso. O cabelo dela, por sinal, é lindo. Na verdade, ela é linda. Parabéns pela mãe que estás sendo!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Que linda sua filha. Adorei o post!
    Beijos

    https://glamour-02.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Uau, Ju! Sua filha tá tão grande! Lembro do post de 2014 com você falando de cuidados da maternidade. Acho que você está no caminho certo sim. Quem sou eu pra dizer né? Haha!
    Beijos!

    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
  15. Sempre falei que minha filha iria andar de pés no chão(ela odeia sapatos kkk), comer grama (comeu quando bb) e remelenta (claro que não cheguei a deixar). Criança tem mesmo que ser criança!!!

    ResponderExcluir
  16. Que post lindo e que fofa que está a sua filha.

    www.paginasempreto.blogspot.com.br

    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Lindo texto. Passei exatamente por isso na minha infância. De Henê até Guanidina. Pente quente, entre outras coisas. Tinha vergonha dos meus cabelos. Mas conforme vamos crescendo aprendemos a nós aceitar e nos valorizar. Mas tendo alguém nos encorajando desde pequena é fundamental, então parabéns. Sua filha é linda

    ResponderExcluir

Olá!Espero que leiam antes de comentar.^^

Esse é um blog democratico,minha opinião esta explicita nos posts e não são para que concordem comigo.Esse espaço de comentário é para que coloquem sua opinião sincera.

Nunca rebato comentário,por mais que eu não concorde.(A não ser que falem da minha mãe ai o bicho pega.¬¬)

Fiquem a vontade!

Lingua Feminina © 2014. Todos os direitos reservados.
Layout criado por: Thami Sgalbiero.
Tecnologia do Blogger.