24 de nov de 2014

Anunciação



Tu vens, tu vens.Eu já escuto os teus sinais.



E assim em uma manhã de domingo, eu ganhei meu maior presente, o mais desejado, o mais esperado.Como é possível duas listras em um palito deixar uma pessoa tão feliz.



Mas a primeira reação foi: “Estou grávida ?” Sim,não foi uma exclamação, foi uma interrogação, não conseguia acreditar.



Esperamos o dia seguinte e lá fomos nós , maridão e eu para o laboratório, fazer o Beta hcg e ouvir da enfermeira sorridente :”É positivo mesmo!”



E ai sim exclamei : “Estou grávida!!!”



Voltamos para casa,eu toda boba , meu marido fazendo piada que iria fugir. (Ele é desses.)

E em casa começaram as ligações,conta para o novo avô pelo facebook, para o irmão do meio por sms, para o irmão caçula por WhatsApp, esse estava em missão pelos fuzileiros em Goiás e dava graças a Deus por estar de óculos escuro,pois começou a chorar e enfim para as amigas pelo celular.



A ideia inicial era também fazer surpresa para o marido,mas na hora não aguentei e mostrei logo o palitinho para ele, e ele diz que prefere assim,não gosta de surpresas.



Hoje estou com 9 semanas de gestação, ou seja, dois meses, já vi meu pequeno ou minha pequena pela trans.Já se mexe e já tem um coração forte.



Agora é só curtir a barriga crescendo e crescendo!!!

A demora dos post é que só queria voltar aqui quando pudesse contar a novidade.rs
 A surpresa estava pronta,mas mostrei depois,devido a ansiedade.



Até logo!!! ^^

4 de nov de 2014

Novembro azul

É isso ai, reforcei semana passada a campanha Outubro Rosa,que não deve ficar presa a esse mês, mas levar tudo que ouvimos para todos os outros meses até a próxima campanha.

Agora venho falar sobre o Novembro Azul, uma campanha dedicada a conscientização e prevenção do câncer de próstata.

Os leitores do Língua Feminina é formado em sua maioria por mulheres, mas nós temos pais, irmãos, esposos,amigos e sempre que ficamos sabendo de algo vamos lá informar e conscientizar e incentivar.

Meu pai é super certinho com esses exames, todo ano ele visita o seu médico sem preconceito,meu marido e meus irmãos ainda não tem idade para fazer.

Quando eu tinha 10 anos eu perdi meu avô para o câncer de próstata, não lembro como ele descobriu ou se alguém falou isso comigo,mas lembro do quanto ele sofreu.
Hoje eu sei, que se fosse descoberto a tempo ele poderia ter um tratamento adequado.

Não queremos isso para quem amamos e apesar de brincadeiras que é feita com o tema, ainda há realmente homens que fogem do médico e tem preconceito sobre o exame.

Prevenção é a solução!

O câncer de próstata tem tratamento, já para o preconceito só informação cura.


Lingua Feminina © 2014. Todos os direitos reservados.
Layout criado por: Thami Sgalbiero.
Tecnologia do Blogger.