24 de jan de 2014

Espirito de pobreza

Entrei em uma das salas do meu trabalho e o assunto era comida de pobre. Falavam que arroz com ovo é comida de pobre e que odiava e que apesar de ser pobre não gosta de comida assim.

Fiquei pensando sobre o assunto. As classes sociais são divididas em oito , como mostra o quadro a seguir.

Antigamente ( e isso quer dizer há mais ou menos 15 anos atrás) ser pobre era "punk", significava ter só o básico para comer, depender de escola pública e hospital público, ver os filhos com um ensino melhor era um apenas um sonho e frango no prato era no fim de semana e se tivesse.

Lógico, que como sempre, há casos e casos,mas pelo menos o que muitos passavam  era mais ou menos assim.Sempre fui pobre e passei por essa fase.

Mas hoje ser pobre não nos limita, basta ser organizado e conquistamos muitas coisas, e subir de classe esta incluso nisso.

Vemos muita gente reclamando por ai,porem, só reclamam, não se esforçam para melhorar sua situação, lógico que quando menor a classe,maior terá que ser o esforço,porem não será impossível.

Veio tudo isso a mente, apenas por causa de uma conversa sobre arroz com ovo.Tudo é questão de gosto, lógico que muitos não gostam de arroz com ovo,mas não por ser comida de pobre.

Pior que ser pobre é ter espírito de pobre, aquelas pessoas que sentem inveja, querem te derrubar, vivem reclamando da vida e falam da sua vida como se tudo que você tivesse conquistado fosse caído do céu.
Não é legal nos prendermos a classe,mas que tenhamos foco e disposição para conquistar nossos objetivos.

Me deu fome...vou ali comer um arroz com ovo. ^^

Até logo!



6 comentários:

  1. Verdade July nada de estereótipos o importante é sermos nos mesmo e sermos felizes com isso :D beijoss

    ResponderExcluir
  2. Muito interessante o seu post, July.
    Já ouvi muita coisa parecida com as citadas no seu texto e concordo com você: as pessoas ficam "intrigadas" por verem as outras adquirindo um imóvel, carro, curso superior, mas por vezes não enxergam a luta do outro para conseguir alcançar certos objetivos. Certas pessoas dizem gostar do "arroz com feijão", mas, no fundo, elas têm é preguiça de correr atrás, outras por sua vez, gostam do trivial e são felizes assim. Cada um a seu modo.

    Beijos,
    Blog | Youtube

    ResponderExcluir
  3. Concordo com você July,a pior "pobreza" é a de espirito :(
    Parabéns pelo seu post!

    Páginas em Preto

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Quanta diferença da classe A para a E! Neh!
    Adorei o post e ri com vc!
    Vou ali comer meu pão com ovo também! hahaha
    Beijos
    Ps: Nova Resenha: Minha pequena, grande mulher - Para amar e proteger - Simone Fraga
    http://overdoselite.blogspot.com.br/2014/01/resenha-minha-pequena-grande-mulher.html

    ResponderExcluir
  5. Pois é, tem gente que é muito metida isso sim! Realmente tem muitas pessoas que reclamam e continuam na mesma porque não fazem nada para melhorar. Adoro arroz com ovo e acho que comer essa combinação não é vergonha para ninguém. Adoreii!
    Beijos!
    Paloma Viricio-Monólogo de Julieta.

    ResponderExcluir
  6. Gostei muito do seu post, tem muitas pessoas assim, pessoas assim, são pobres é de espirito né
    Beijinhos
    Instagram
    Facebook do blog
    conversando-com-a-lua.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Olá!Espero que leiam antes de comentar.^^

Esse é um blog democratico,minha opinião esta explicita nos posts e não são para que concordem comigo.Esse espaço de comentário é para que coloquem sua opinião sincera.

Nunca rebato comentário,por mais que eu não concorde.(A não ser que falem da minha mãe ai o bicho pega.¬¬)

Fiquem a vontade!

Lingua Feminina © 2014. Todos os direitos reservados.
Layout criado por: Thami Sgalbiero.
Tecnologia do Blogger.