Coração Solidário



Olá pessoal!


Sábado retrasado  eu estava vendo o programa Altas Horas e o Serginho Groisman foi conversar com sobreviventes da tragédia da boate Kiss em Santa Maria. 


Eles contaram como era difícil conviver com a perda de pessoas queridas, alguns levavam a marca de queimadura no corpo.Um rapaz chegou a falar que pensou em suicídio depois do acontecido,pois ficou vivo,mas perdeu muita gente.


Falaram também,que ao falar com algumas pessoas elas sobre a tragédia,elas se  diziam 
cansadas,mandavam eles não falarem mais nisso,pois já passou. Fácil falar,não é? 


Quando aqueles jovens falavam dava para sentir toda dor que eles passaram e passam.


Fiquei pensando, as vezes, em alguns momentos da vida pensamos em ter super poderes, voar, visão de raio-X, tele transporte, porem, quando cada um deles falavam eu só pensava em ter um Super poder, o poder do Super-abraço, um abraço que não apenas confortasse,mas currasse toda dor, todo sofrimento. 


Pena que eu não tenho esse poder, mas eles tem um ao outro para tentar superar tudo isso.


Tem momentos que ficamos tão fechados em nós mesmos que parece que a dor do outro é menor que a nossa, que o sofrimento do outro é bobagem, mas nunca é.


Tomara que um dia eles superem, tomara que cada dia nos tornemos mais solidários a dor do outro.


Até logo!