12 de set de 2013

Ditadura do peso



Na minha adolescência estava no auge da ditadura da magreza.Eram inúmeras as matérias sobre anorexia, bulimia e outros distúrbios.

Aos 14 anos eu vivi isso, meu irmão me chamava de cara de bolacha, eu nem era gordinha, mas, era bochechuda.Ele não fazia de maldade, sendo que acabei entrando na onda da ditadura da magreza. Fiz varias dietas loucas , uma delas era a da USP, emagrecia 1kg por dia, realmente emagreci esse quilo, mas logo no outro dia quase desmaiei , minha mãe proibiu essa dieta. Mas não desisti, no final segui com a dieta da proteína, emagreci 8kg e ganhei um problema gástrico punk e uma anemia.

Sendo que o mais incrível aconteceu depois, mesmo magra eu não me achava bonita ou seja não era o corpo que tinha problema, mas sim a minha mente.

Então aprendi a me cuidar e ganhei minha saúde de volta.E hoje o meu irmão  que me chamava de cara de bolacha quase bate em quem me chama de gorda, pois ele tem medo que eu volte ao que ele chama de semi-anorexia(pois as vezes eu admitia que estava exagerando.)

Vejo hoje que não há uma definição apenas para um lado, hoje há ainda forte a ditadura da magreza, mas também há pessoas famosas que querem emagrecer ,pela saúde as vezes, e são rechaçadas, acusadas de traírem a causa.Como assim?Antes você era obrigado a ser magro ao extremo, agora você é obrigado a ser gordo?

Acho que o esta faltando por ai é bom senso, hoje me preocupo é com minha saúde, malho sim,mas não é igual antes, hoje é para ter fôlego, para não ficar morrendo quando subir uma escada, na verdade se emagreço demais já procuro engordar um pouco, pois já aceito que meu tipo físico não é magrelo, se eu ficar magrela só se vê osso, é horrível.

Se sentir bem com o corpo é o mais importante, independente de ser magro ou gordo.Se a pessoa é feliz magra, deixa ela , se a pessoa é feliz gordinha, não vá condená-la, cada um sabe de si, o importante é estar saudável e principalmente se sentir bem em um todo.Corpo são e mente sã.

Até logo!^^

10 comentários:

  1. Menina, isto e pesado mesmo, tem muita gente magra querendo emagrecer, e muita gente fora do peso fazendo loucuras para emagrecer para seguir um padrão estetico ..

    ResponderExcluir
  2. Muito legal seu post.
    As mulheres vivem sob constante pressão para emagrecer/engordar, e se encaixar num padrão de mulheres ideais que a mídia impõe, sendo essas mulheres muito diferentes de nós. Ter cabeça e saber que não existe feio e bonito, porque tudo isso é questão de opinião. :)

    ResponderExcluir
  3. Sem dúvida! Mais importante que o corpo é a mente.
    Parabéns pela superação.

    ResponderExcluir
  4. Poxa...você passou uma barra, hein? Realmente a ditadura do peso ainda está com toda força. Minha vizinha está com problemas de alimentação e a mãe não quer aceitar que ela está doente psicologicamente.
    Beijos!
    Paloma Viricio-Jornalismo na Alma.

    ResponderExcluir
  5. OLÁ JULY,

    você foi definitiva: Sentir-se bem com seu corpo , isto é o que interessa!

    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
  6. Concordo plenamente! A pessoa deve ser como se sente bem, seja magrinha ou gordinha, desde que esteja com a saúde ok e realmente se sinta bem daquela forma. Adorei o texto.
    www.espacegirl.com

    ResponderExcluir
  7. O problema é quando não se sentimos bem com nossos corpos, ai a coisa começa a ficar seria e bem tensa... Ainda bem que você recuperou sua saúde de volta! É tudo questão de força de vontade ;)

    xx,
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
  8. Pois é amiga essa ditadura nao é facil sempre que como algum doce e alguém me falar, vai engordar... eu digo mas vou ser feliz :D beijinhos :D

    ResponderExcluir
  9. Infelizmente ainda temos que lidar com essa ditadura.
    Mais o importante mesmo é estar bem consigo mesmo independente de ser magro(a) ou gordo(a).

    Páginas em Preto

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. As mulheres sempre sofrem com o peso. Eu sempre tive dificuldade de manter o peso mais alto e vivia com a pressão baixa... rs

    Quando conheci o marido, pesava 46 kg e foi difícil chegar nos 54!

    Beijos

    ResponderExcluir

Olá!Espero que leiam antes de comentar.^^

Esse é um blog democratico,minha opinião esta explicita nos posts e não são para que concordem comigo.Esse espaço de comentário é para que coloquem sua opinião sincera.

Nunca rebato comentário,por mais que eu não concorde.(A não ser que falem da minha mãe ai o bicho pega.¬¬)

Fiquem a vontade!

Lingua Feminina © 2014. Todos os direitos reservados.
Layout criado por: Thami Sgalbiero.
Tecnologia do Blogger.