Mãe de adolescente



Estou passando por uma situação que fico imaginando como as mães reagem em situação igual.De repente percebi que sou mãe de adolescente.

Ta ok, não sou mãe biológica, sou mãe emprestada(não curto muito o termo madrasta) e meu enteado tem apenas 10 anos, irá completar 11 em Outubro desse ano, porem me pego em situações que não teria com a criança que conheci.

O pai dele e eu sempre tivemos uma relação de intimidade com meu enteado, então há alguns meses meu enteado se tornou rabugento, tudo que mandávamos ele fazer vinha com uma resposta mau humorada : - Táaaaaaaaa , e saia batendo pé.Isso se repetiu por umas duas semanas, até que a chata aqui teve que entrar em ação, chamei ele e expliquei que se continuasse aquilo ele perderia a intimidade, acabariam as brincadeiras se ele não tivesse consciência que os adultos somos eu e o pai dele. Missão dada ,missão cumprida, ele parou com o mau humor.

Ele tem uma  prima , e os dois têm muita intimidade, vivem juntos e agora vem o medo.Pois não queremos trazer uma maldade para a cabeça dele, porem temos que orientá-lo, dessa fez a chata sumiu e joguei a bomba para o pai que terá uma conversa sobre limites, regras e cuidados.

Para mim é assustador, ele é muito novo e pensar em certos cuidados agora parece precoce, mas ao mesmo tempo parece certo, pois se ele seguir o exemplo da avó e do pai vai acabar sendo pai aos 17 e não estou pronta para ser avó aos 33.  

Em situação semelhante, cada pai deve ter uma postura diferente, creio que cada um tem uma receita.Não tem uma regra especifica, mas creio que todos tem a mesma opinião, é assustador.

As vezes me pego com expressões da minha mãe e percebo que minha ela ,apesar de exagerar as vezes, fez um ótimo trabalho.E olha que o trabalho é bem difícil.

Bom fico por aqui.

Até logo e me desejem boa sorte! ^^