Fazer o que amamos



Hoje estava lembrando do filme O Palhaço e do trecho que foi repetido umas 3 vezes.

“O gato bebe leite, o rato come queijo, e eu...”

O que nascemos para fazer?

E o mais legal é que enquanto eu estava em reflexão sobre o filme, vi um post muito legal do Blog - Não usamos apenas rosa que falava sobre o fazer o que amamos.

Na maior parte do tempo, temos  que fazer o que paga nossas contas.Nem sempre amamos, temos nossos limites, mas acabamos fazendo algo que não gostamos de todo.

Eu por exemplo trabalho com contabilidade, amo meus colegas de trabalho e as pérolas que saem principalmente na hora do lanche,rs . Mas apesar de amar o meu oficio e meus colegas, ainda não faço o que amo, pois ainda não faço do jeito que eu queria fazer, saca?

A maior parte das pessoas devem viver isso, e devem estar lutando para sair disso ou conformados achando que não tem outro jeito.Olha que nem estamos falando de remuneração,igual ouvi uma conhecida falar “Os ricos ficam ricos e os pobres mais pobres.”Será?O que vejo é muito rico perdendo tudo e muito pobre mudando radicalmente por causa de um simples detalhe ATITUDE.

Quando se trata de mudança temos que fazer essa mudança acontecer, nos organizar, focar, trabalhar duro.Não é fácil.

Como no filme,algumas pessoas já até fazem o que amam, mas não percebem que é isso, de repente por fazer isso há muito tempo.

Com alguns mudanças de atitude, até mesmo no nosso trabalho que parece mais ou menos pode se tornar algo muito bom.E ai vem outro ponto , se VALORIZAR.

Enfim, na vida nada vem fácil, e para nos sentir completos temos que buscar  isso, com vontade e determinação, sendo a mudança que queremos ver.

Até Quinta!^^