Cada um no seu quadrado

Em Janeiro deste ano tivemos o evento de diversidade religiosa em Manaus. Em meio a renuncia do Papa Bento XVI pensei muito sobre o assunto.

Por que muitas pessoas tem o costume de defender a própria religião como se fosse a única correta?

Entendo que cada um deveria avaliar a religião que é melhor para si. Não digo que as pessoas não possam falar sobre sua religião , até porque quem sou eu para dizer quem pode ou não pode algo? Mas que possamos ser respeitosos e ter a mente aberta para o novo.

Uma pessoa não deve precionar a outra a uma religião, pois não gostaria de receber criticas também.

Cristãos , Budistas, Mulçumanos, quem é do Candomblé ou Umbanda,Espíritas, Judeus, enfim todos merecem seu respeito e devem respeitar.

Isso falando em quem consegue se enquadrar em uma religião, mas tem os casos opostos como os Agnósticos e até mesmo os Ateus merecem o mesmo respeito.

O cristão não é aquele cara que é careta e não sabe se divertir , assim como quem é da Umbanda não é aquele cara que faz o mau para os que os desagradam.

Que aprendamos a conhecer o outro lado antes de falar algo.

Ao nos abrirmos para conhecer novas religiões, abriremos também nossas mentes para criticas e vigiar nossas próprias religiões, o que é bom e o que pode ser mudado.

O caráter, a personalidade de uma pessoa não se define por uma filosofia ou crença, mas pelo que ela nos mostra.

O diferente é legal  e ter a mente aberta para o novo é ótimo.

Que saibamos viver a diversidade e respeitar as diferenças.

Até quinta!^^