28 de jun de 2012

Memória


Memórias, não são só memórias ,são fantasmas que me sopram aos ouvidos coisas que eu nem quero saber.

Depois da visita de um dos meus fantasmas do passado me pus a pensar. Será que todos têm esses fantasmas os assombrando?

Traumas na vida que você não quer lembrar, mas sua mente faz questão de não esquecer.

Sempre achei que o jeito que decidi lidar com essas lembranças, significavam que eu era forte, mas não é justo, não pode ser considerado fraco alguém que não consegue lidar com seus fantasmas. Entendo que eu tinha tanta vontade de ser feliz que isso me ajudou a lidar melhor com tudo.

Ouço cada história e sempre fico imaginando que eu não conseguiria, ver os próprios problemas pequenos diante do que os outros têm, ajuda a lidar melhor com os fantasmas.

Acho que fraco são os que nem tentam ser felizes, os que tentam, mesmo não saindo do lugar e a dor sendo tão forte que não o  deixam libertar o sorriso, esses são fortes também.

^^

25 de jun de 2012

Nail art - Azulcrination


Eu sou apaixonada por nail art, mas como disse faço sempre em casa e não tenho coragem de pagar a um salão , mas me falta prática então,por enquanto, não consigo fazer coisas muito elaboradas.

Quando adolescente sempre adorei os esmaltes diferentes, com cores chamativas, fugindo do padrão.Hoje não sou mais nenhuma adolescente e as cores que tornavam diferentes e que foram minha marca na minha turminha se tornaram cores da moda.

Tinha uma cor, um azul metálico , que sempre procurei e nunca achava, não sei se não procurava nos lugares certos.Até que a Risque lançou uma linha da Izabeli Fontana, essa coleção eu achei ótima e já havia adquirido a cor Psico, até que esse fim de semana encontrei a cor Azulcrination, adorei o nome, adorei a cor.

Trouxe para vocês verem a imagem, fiz a moda da “filha única” usando a cor Momento Penélope, da linha Penélope Charmosa da Risque,nos dedos anelares. A câmera e a fotografa não ajudaram muito,mas irei melhorar.


Espero não demorar muito a trazer evoluções na nail art.

Quinta-feira estou de volta com meus pensamentos.

^^

21 de jun de 2012

Se não sabemos como concertar, paremos de destruir.


A Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, será realizada de 13 a 22 de junho de 2012, na cidade do Rio de Janeiro. A Rio+20 é assim conhecida porque marca os vinte anos de realização da Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento (Rio-92) e deverá contribuir para definir a agenda do desenvolvimento sustentável para as próximas décadas. Fonte: www.rio20.gov.br

Tenho visto nos meios de comunicação muita campanha para cuidarmos do Planeta, medidas ecológicas e sustentáveis e acho tudo isso lindo, mas sabemos que nem todo mundo colabora, começando do mínimo como não jogar lixo nas ruas ,sempre tem aquela desculpa : “Mas a cidade tem pouca lixeira, culpa da prefeitura.” Coisa nenhuma! As sacolas atrapalham, entretanto nessa hora pode ajudar, só andar sempre com uma na bolsa e guardar seu próprio lixo, temos que deixar de transferir a culpa a outros, as autoridades. 

Temos que fazer a nossa parte, mesmo que passe anos e nosso Planeta acabe pois a maioria não esta cuidando, estaremos menos agoniados, pois saberemos que nossa parte fizemos. Não é tão difícil. Ainda não temos um sistema que colabore, mas se fizermos o que estiver ao nosso alcance  já será um começo. Como a menina canadense que, infelizmente, não lembro o nome disse há 20 anos atrás :  “Se não sabem consertar , então parem de destruir.”

A coisa esta seria e a culpa é nossa cada um de nos acaba, mesmo sem querer, colaborando. Vamos pensar nos que amamos, nos que amaremos e tentar deixar um Planeta melhor para eles.

Aqui algumas dicas ecológicas para ajudar o nosso querido Planeta.

Obs.: Estou a procura de um bom designer para encomendar um template para um blog de vendas que irei fazer.Se você conhecer ou for um designer só deixar o contato (e-mail) no comentário. ;)

RECICLAR LIXO
Comentário: cada brasileiro produz cerca de 130 quilos de lixo por ano. Depois de separado, 40% dele é reaproveitado Quanto reduz a emissão de gás carbônico num ano (por pessoa, em quilogramas): 91

DESACELERAR NA ESTRADA

Comentário: ao diminuir em 20 quilômetros por hora a velocidade, o carro gasta cerca de 15% menos combustível Quanto reduz a emissão de gás carbônico num ano (por pessoa, em quilogramas): 85

DEIXAR DE USAR SACOLAS PLÁSTICAS

Comentário: o plástico demora 300 anos para se decompor e é responsável por 10% do lixo nos aterros sanitários Quanto reduz a emissão de gás carbônico num ano (por pessoa, em quilogramas): 65

TROCAR LÂMPADAS INCANDESCENTES PELAS DE LUZ FRIA

Comentário: 80% da energia produzida por lâmpadas incandescentes é transformada em calor, que, por sua vez, contribui para o efeito estufa Quanto reduz a emissão de gás carbônico num ano (por pessoa, em quilogramas): 51

NÃO DEIXAR ELETRÔNICOS EM STAND-BY

Comentário: mesmo em stand by, os aparelhos continuam a consumir energia. Ao fim de um mês, o preço virá na conta — 20% mais alta Quanto reduz a emissão de gás carbônico num ano* (por pessoa, em quilogramas): 42
* Se a eletricidade for gerada por termelétrica

BUFÊ ORGÂNICO

Começam a surgir no Brasil bufês que dizem seguir a cartilha ecologicamente correta. Existe, até o momento, apenas um com certificado oficial de “orgânico”, o Grupo Eco. O que eles têm de diferente:
- As mesas, as cadeiras e até as bandejas são feitas de madeira certificada
- Menu é 100% orgânico
- Uniforme dos garçons é feito de um algodão naturalmente colorido, que não precisa ser tingido
- Desperdício de comida é 15% menor do que nos demais bufês
- Saem, em média, 20% mais caro
Fonte: WWF Brasil

O post é bem longo, mas foi por uma boa causa.
^^

18 de jun de 2012

Leave-in Kera max


Como contei no post anterior as segundas sempre postarei textos mais mulherzinha, dando dicas baseada nas minhas experiências. Sou vaidosa, mas, apesar de ser apaixonada por maquiagem , nail art  e , penteados  não tenho paciência para salões sempre tento aprender em casa, até por que a economia vale a pena também.

Para inaugurar esse tipo de post vou falar do Leave-in  Skafe – Kera Max Professional, ele é ótimo para proteger os cabelos antes da chapinha, alem de ser barato, encontrei por R$10,00 na minha cidade, ele também rende bem e a chapinha fica com um efeito muito legal depois e dura mais tempo. Não sei dizer se o mérito é dele, mas fiz bem mais rápido do que normalmente eu faço a chapinha.


Gostaram da dica? Acham que eu devo continuar nesse caminho? Rsrsrs
Pode deixar suas sugestões, estou aberta a tudo, e se conhecerem outras marcas deixem também, afinal não é um espaço de uma profissional e sim para trocar idéias. ^^

Até quinta onde trarei meus pensamentos.

14 de jun de 2012

Julgando o livro pela capa


Depois de responder uma enquete sobre racismo em um blog que sigo , o delicadíssima,comecei a pensar no assunto, não só no racismo, mas no preconceito em geral.

Percebo que as pessoas tem uma facilidade muito grande de julgar o próximo e uma dificuldade de ver os próprios defeitos.Podemos observar em coisas não tão graves, quando é divulgado uma noticia sobre um famoso e pode ser comentado, ali os leitores conseguem botar o pior de si para fora.É assustador.

Mas vemos preconceitos graves, como o racismo que já foi citado, como alguém pode achar que a raça define superioridade, caráter ,personalidade ou algo do tipo? Já era absurdo em 1500 e se torna pior esse tipo de ignorância em pleno século XXI.

Vemos freqüentemente a homofobia, ataques, violência . Em que a orientação sexual de outra pessoa pode afetar sua vida? Se houver respeito acho que a situação pode ser levada de uma maneira melhor, não?

E tem até mesmo os preconceitos com a personalidade de uma pessoa quando a mesma não segue um padrão, ser brega, ser tímido, ser fechado, ser gótico, qual o problema?

Pré-conceito. É a pior coisa que existe. Conheça , converse, quebremos os tabus que estão nas nossas mentes.

Não sou hipócrita e entender o homossexualismo foi um grande passo pra mim, mas no momento que abri minha mente, consegui enxergar o que acontece, respeitar seus direitos, e não deixei de ser 100% hetero por causa disso, e percebi que isso não me tornou melhor ou pior , apenas o que éramos, iguais.

Vamos lutar pela igualdade!Aceitar o outro do jeito que ele é!

^^
Agora vou ser uma menina disciplina e postarei todas quintas e segunda, na segunda meus posts serão mais mulherzinha.><

12 de jun de 2012

Gostar ou não do dia dos namorados?


Dia dos namorados! As redes sociais pipocando de declarações, exaltações por estarem namorado, exaltações por estarem solteiros, “forever alones” choramingando por não ter namorada e piadas relacionada ao tema, nos sites em geral dicas para casais e declarações de celebridades e subcelebridades.

Porem muitos já entenderam que o dia dos namorados é uma data comercial, assim como dia das mães, dos pais , das crianças. Mas também não acho que deve ser vista como vilã por causa disso, quem curte gastar , gaste, quem não curte, pode aproveitar para fazer mais uma homenagem,uma declaração e um jantar a dois,simples, feito por vocês, até por que ,com tanto feriado no Brasil, a existência de algumas datas comerciais e que não são feriado dão uma forcinha para nossa economia.

A criação da data, pelo que li, foi por anteceder o dia de Santo Antônio, o santo casamenteiro e a finalidade foi exatamente aquecer o comercio.

Entretanto, como já disse, quem tem namorado ou marido pode ser criativo e se ambos não ligarem podem até não comemorarem e quem é solteiro não vai pular da sacada por causa disso, a não ser que seja para fugir para alguma festa de solteiro que esta rolando hoje amparando essa galerinha.

Feliz dia dos namorados para todos!
^^

8 de jun de 2012

Ele me encontrou eu estava por ai estado emocional tão ruim.

Bom, para finalizar a babação com o meu próprio casamento vou contar  a minha história de amor com esse homem que tanto amo.

Nós nos conhecemos na sétima serie, ele repetiu e parou na minha turma.O destino começou a agir ai.rs. Desde então sempre estudamos na mesma turma, sendo que nunca conversamos direito, só em alguns raros momentos.

No segundo ano do ensino médio ele parou ,pois a namorada na época engravidou e eu segui. Depois do termino dos estudos sempre que nos encontrávamos conversávamos, o estranho é que nunca fomos amigos no colégio, mas quando nos encontrávamos era como se fossemos, um dia encontrei ele na cachoeira, eu estava com um namorado e fiz questão de falar com ele e ficar perto dele.

Uns 4 anos sem nos ver eu fui fazer um curso em Niterói , quando estou na fila do ônibus voltando para  casa quem vejo? Ele. Desta vez fiquei inquieta, entrei no ônibus e fiquei olhando ele entrar para ter certeza que era ele, ele vinha com uns amigos e fiquei sem graça de puxar assunto, mas fiquei inquieta, não sei explicar. Uns 15 minutos depois do ônibus ter saído da rodoviária uma moto bateu na traseira do ônibus , tomei um susto e no reflexo olhei para trás e dei de cara com meu marido, mas ele não me viu.

Descemos todos do ônibus e eu não parava de ficar olhando para ele,não sou assim, só aconteceu com ele. Até que enfim chegou um outro ônibus para nos levar , tomei coragem , tirei o óculos(achei que ele não me reconheceria com eles.rs) e bati nele com minha sacola  enquanto ele ia pro ônibus, ele olhou pra trás e fez cara de surpresa, nos cumprimentamos, fizemos perguntas de rotina, novidades e bla bla bla. Eu fiquei na parte da frente e ele foi lá para trás, porem, voltou, fiquei tensa , pensava em que conversaríamos,mas fluiu normalmente, tirando o detalhe que quando me pediu o telefone demonstrou que esqueceu meu nome, coisa que utilizo como chantagem até hoje. Mas, foi mágico.

Ele me ligou dois dias depois e marcamos de sair para um evento de rock,mas antes disso ele me mandou uma mensagem e marcamos um encontro antes, foi onde ele se declarou, foi lindo. Nosso segundo encontro foi no evento de rock, onde ficamos pela primeira vez e ele resolveu a situação dele, pois ele namorava na época  e no dia seguinte ao evento começamos a namorar. Uma semana de namoro e ele me pediu em casamento, aceitei, a noiva em fuga (como minhas amigas me chamavam) aceitou casar com uma semana de namoro.

E ficou assim, Setembro começamos a namorar, Dezembro demos entrada no casamento no civil e em Maio casamos. Para nossa alegria!!!

Tivemos vários tropeços na nossa trajetória . Aprendemos muito um com o outro. E a cada dia que passo vejo mais e mais que não seria outra pessoa, era ele mesmo que esperei esse tempo todo.

O post hoje ficou longo, mas gostei de relembrar.Até hoje não sabemos o que aconteceu naquele sábado , não foi amor a primeira vista, mas o amor aconteceu.
^^

 Meu marido esta muito lindo nessa foto.^^

 Detalhe da caveirinha.
 Buquê lindo feito pela minha madrinha Lurdinha e quem pegou foi minha cunhada.



Lingua Feminina © 2014. Todos os direitos reservados.
Layout criado por: Thami Sgalbiero.
Tecnologia do Blogger.