9 de mai de 2012

Bullying: As marcas ficam.


Estava lendo uma matéria que informava que Bullying poderia virar crime e o que me mandou direto para alguns anos atrás em que meu irmão mais novo, que tinha uns 14 anos na época, sofreu com isso por ser rockeiro e estar em um colégio onde predominavam os funkeiros.(De certo daí vem o meu preconceito com funkeiros.) 

Minha família só descobriu , pois em um dia a maior parte da turma  , salvando umas 4 pessoas, escarneceram dele ao mesmo tempo e uma amiga minha que estudava com ele me ligou contando. Pressionamos ele, que não queria contar de imediato , e acabou confessando.

Ficamos muito revoltados, mas o pior veio depois quando fomos reclamar com a diretora do colégio e ela insinuou que a culpa era dele por ser fechado demais. Meu Deus!Ele não se identificava com aquele povo, como iria se abrir? E assim que se resolve tal ato?

 Corremos atrás e trocamos ele de colégio , onde ele se desenvolveu bem , foi se soltando, hoje é mega tímido, mas é normal, mas as marcas ficam, vejo nas redes sociais ele desabafando e falando de sua dor e dói em mim também .Fiquei próxima demais dele nessa época, sei como sofreu, ver a omissão de  uma representante doeu mais ainda.

Não acho exagerado o bullying virar crime, porem  não deve ter apenas isso, deve ter conscientização nos colégios , os diretores e professores pararem de se omitir, pois ainda acontece. O principio é a educação.

Se aprendemos a respeitar as diferenças de orientação sexual, raça , credo ,por que não respeitar as diferenças de personalidade?

Meu irmão é um amor e quase o perdi no inicio desse ano, por causa de uma apendicite  , já passou , entretanto até hoje choro quando ouço Love in the afternoon do Legião Urbana.Amo demais ele e minha família.

Vamos lutar para que isso acabe, essas crianças tem que parar de sofrer por causa de idiotas que não tiveram educação dentro de casa.

7 comentários:

  1. Isso é verdade. Já sofri muito durante a 6ª até a 8ª série por isso. Uma vez, pra me provocarem, fizeram uma lista das meninas mais feias da sala e escreveram na lousa o meu nome. Depois todos riram de mim. Sério, foi horrível. Me senti um lixo.

    Quase repeti de ano. E ninguém aqui em casa sabe disso além de mim... :X

    Beijos!

    delicadissima.com

    ResponderExcluir
  2. Adoro suas postagens, pois são bastante reflexivas. Eu sofri demais com esses preconceitos bobos no colégio, agora não me afetam mais e tal e posso lembrar e dar força para aqueles que sofrem. Sempre tem essa coisa de funkeiros esculacharem os rockeiros tbm tinha isso na minha época! È rídiculo isso. Eu gosto muito que coloca flash's das música da Legião.
    Beijocas!
    http://palomaviricio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. É muito cruel, né?!
    Tem criança que cresce com complexo e ela isso pro resto da vida!!!
    Interfere em todo tipo de relacionamento e atividade. Triste! bjo

    ResponderExcluir
  4. Triste isso de bullyng. Acho q a maioria das pessoas passam por isso, eu já passei. Sempre tem isso de segregar... com seu irmão foi cruel atitude da diretoria, me revoltei tbm lendo aqui. Eu como professora me sinto no dever de lutar e ver quando um aluno faz isso com outro. Uma pena que as marcas realmente ficam. Beijos
    http://meuspreciosospes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Realmente, não é exagero. Quem passa é que conhece a dor. Sempre fui gordinha, mas nunca passei por algo traumático... Toda turma tem os engraçadinhos que fazem brincadeiras, mas nunca liguei muito.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Acho que estou emotiva quase chorei agora u.u coitado dele e de todas as pessoas que passam por isso. Eu também já passei por várias situações assim em que alguém me deixou com vergonha. E é muito difícil falar sobre isso com os pais, dá uma coisa ruim dentro do peito, como se a culpa fosse nossa.
    E tem muitos diretores e professores agindo assim. Queria ver se fosse filho deles!
    ;***

    ResponderExcluir
  7. oi querida,
    seu irmão é um guerreiro por ter passado por tudo isso. O bullyng é crime sim, pois muitos colégios fazem de conta que não veem enquanto as vítimas acabam com traumas por muito tempo. Falo por mim, que sofri agressões na escola por quase 5 anos.

    boa semana :D
    ;*

    ResponderExcluir

Olá!Espero que leiam antes de comentar.^^

Esse é um blog democratico,minha opinião esta explicita nos posts e não são para que concordem comigo.Esse espaço de comentário é para que coloquem sua opinião sincera.

Nunca rebato comentário,por mais que eu não concorde.(A não ser que falem da minha mãe ai o bicho pega.¬¬)

Fiquem a vontade!

Lingua Feminina © 2014. Todos os direitos reservados.
Layout criado por: Thami Sgalbiero.
Tecnologia do Blogger.