30 de jan de 2012

Varias formas de amar.

Sou casada e amo extremamente meu marido. Sei que sofreria horrores se ele me deixasse, mas no momento não vejo isso acontecendo (Graças a Deus).

Mas, por outro lado, observo as formas de amar das pessoas ao meu redor. Existem aquelas que dizem que amam e fariam de tudo para salvar o relacionamento, mas em menos de um mês já estão se encantando com outras. Será desespero? Será amor de verdade?


Meu marido me ensinou a entender as diferenças das pessoas, confesso que tenho grande dificuldade nisso. Na minha mente se você consegue beijar outro cara e se derrete por ele quando um dia antes dizia que amava outro, na verdade não amava. Seria hipócrita se eu dissesse que acredito nesse amor.


Entretanto, sei que realmente há diversas formas de amar. Muitas delas não cabem na minha mente, porém talvez elas amem até mais do que eu consigo amar.
Meu amor é ciumento, é dependente, é virar um só. Sofro quando ele sofre e se o magôo acabo me atingindo também.


As vezes queria ser mais liberal , menos ciumenta, mas ele diz que não precisa, pois me ama assim e também ama igual a mim


Um brinde as várias formas de amar!

^ ^

2 comentários:

  1. Ownn... ti fofinho! Pois é. O amor é algo inexplicável. Fazer o quê...

    É verdade. Muita gente acha que ter o material todo largado, as mochilas jogadas pelo chão e o uniforme cortado é ser descolado... Pra mim é ser "emendigado"... rsrsrsrs!

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  2. Eu também não acredito nesse amor que um mês depois já se consegue superar, acho que amor de verdade nunca morre...

    ResponderExcluir

Olá!Espero que leiam antes de comentar.^^

Esse é um blog democratico,minha opinião esta explicita nos posts e não são para que concordem comigo.Esse espaço de comentário é para que coloquem sua opinião sincera.

Nunca rebato comentário,por mais que eu não concorde.(A não ser que falem da minha mãe ai o bicho pega.¬¬)

Fiquem a vontade!

Lingua Feminina © 2014. Todos os direitos reservados.
Layout criado por: Thami Sgalbiero.
Tecnologia do Blogger.